CNDL pede aos líderes do Sistema mobilização pela aprovação da MP 944

CNDL pede aos líderes do Sistema mobilização pela aprovação da MP 944

CNDL pede aos líderes do Sistema mobilização pela aprovação da MP 944.

MP 944 institui o Programa Emergencial de Suporte a Empregos

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojista (CNDL) convoca todas as entidades e líderes que compõem o Sistema CNDL para uma mobilização nacional pela aprovação do PLV 20/2020 (oriundo da MP 944/2020), que abre crédito para pequenas e médias empresas garantirem o pagamento de salários ou de dívidas trabalhistas.

A análise e votação do projeto, que foi aprovado e alterado pelo Senado Federal, voltou à Câmara e estava inicialmente prevista na pauta desta semana. Contudo, a matéria não foi votada por falta de consenso quanto as emendas apresentadas pelo Senado, assim a Medida Provisória corre o risco de perder a vigência e caducar em 31 de julho.

A proposta é uma das mais importantes medidas econômicas para o combate à crise resultante da COVID-19, isso porque, tem como principal objetivo garantir a empregabilidade da população brasileira, por meio de uma linha de crédito que possibilita que o empresário financie a totalidade da folha de pagamento pelo prazo de dois meses, limitadas ao valor equivalente a até duas vezes o salário-mínimo por empregado.

Inquestionavelmente a matéria deve ser aprovada, o quanto antes, pelo Congresso Nacional. Contudo, no Senado Federal durante análise do PLV 20/2020,  foi inserido ao texto, por emenda, o artigo 18-A, que possibilita a averbação do protesto em matrícula de imóveis ou anotação em órgãos ou centrais de registro de veículos e de outros bem móveis, mediante solicitação dos credores por diretamente ou por intermédio da Central Nacional de Serviços Eletrônicos. Evidentemente o trecho é estranho ao objetivo principal da MP e irá causar um desequilíbrio para o setor de comércio e serviços, e irá facilitar o protesto, ou seja, aumentar ainda mais o número de protesto contra o setor que já se encontra bem prejudicado nessa pandemia.

Caso essa emenda seja aprovada, a averbação extrajudicial, prevista no artigo 18-A, através das taxas e dos emolumentos decorrentes do protesto pode, muitas vezes, ultrapassar o valor do débito e onerar indevidamente o patrimônio do devedor. Esse ato deve ser objeto de determinação judicial, e não por mera solicitação do credor ou apresentante do título.

Neste sentido, a CNDL defende a aprovação do Projeto de Lei de Conversão 20/2020 (MP 944/2020), nos termos do texto aprovado inicialmente pela Câmara dos

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Assine a nossa newsletter

Receba atualizações e aprenda com os melhores

Mais para explorar

Deseja Saber Mais Sobre Nossas Soluções

Vamos Conversar

© 2020 CDL Serra - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por

Nova Varejo S.A é totalmente digital e com informações diárias.

Nova Varejo S.A é totalmente digital e com informações diárias

Plataforma foi lançada na manhã de hoje em live com o presidente da CNDL, José César da Costa

O processo de transformação digital chegou a Varejo S.A. A publicação mensal da CNDL, que antes era impressa, passou a ser totalmente digital. O lançamento da nova plataforma aconteceu na manhã de hoje (20), e contou com a participação do presidente da CNDL, José César da Costa.

“Transformar a Varejo S.A. em uma grande plataforma de informações para o setor varejista é um sonho que nos acompanha há algum tempo. Finalmente o projeto se materializou, resultado de muito trabalho e empenho da nossa equipe. A nova Varejo S.A está mais moderna, ágil e criativa, trazendo conteúdo relevante para o nosso setor”, disse Costa.

Dividido por editorias como “Fatos e Dados”, que traz notas do setor de comércio e serviços e pesquisas de comportamento do varejo, e “Tendência e inovação”, que explora tecnologias aplicadas ao varejo, o Portal da nova Varejo S.A, disponibilizará matérias e informações com análise e profundidade.

“O portal não tem a pretensão de ser um site de notícias, mas um espaço onde empresários, líderes, autoridades do poder público e consumidores se encontrarão para ensinar, aprender e trocar informações preciosas do setor”, explicou o gerente de projetos da CNDL, Daniel Sakamoto.

Para o editor-chefe da Varejo S.A, Humberto Viana, os principais pilares do projeto são o desenvolvimento do varejo e o fortalecimento do associativismo.

“A gente vai buscar conteúdo relevante para ajudar empresários e empreendedores a desenvolverem e impulsionarem suas empresas. Além disso, temos todo um sistema associativista que vai encontrar eco em nossas páginas”, completou Viana.

© 2020 CDL Serra • Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por

Leitura: “O mundo pós-pandemia” vai muito além do comércio

Livro lança luz para os efeitos da Covid 19 em áreas como as artes, a gastronomia, a televisão e até no humor.

Já não há dúvidas: nosso tempo se dividirá entre o antes e o depois da Covid-19. De fato, dificilmente houve acontecimento tão determinante neste século quanto a pandemia, e as consequências das recentes ações políticas, sanitárias e econômicas ainda mal começaram a ser vislumbradas. O que, portanto, devemos esperar para nosso futuro e o futuro das próximas gerações?

Parte das especulações, interpretações e deslumbramentos sobre o assunto estão no livro “O mundo pós-pandemia”, editado pela Nova Fronteira e organizado pelo advogado José Roberto Castro Neves. Para quem está torcendo o nariz para um tratado repleto de tabelas, gráficos e delírios políticos, pode correr para o abraço. O livro traz 50 textos abordando facetas pouco analisadas no noticiário.

Afinal, em que a pandemia afetará o teatro, a televisão, a gastronomia e até no humor? Sim! Essa bomba vai muito além do comércio e da saúde. E para responder sobre cada uma dessas áreas, José Roberto pinçou texto das maiores feras em atividade como José Bonifácio Sobrinho (falando sobre TV), Fernando Henrique Cardoso (gestão pública), Fernanda Torres (artes), Roberta Sudbrack (gastronomia) e Marcelo Adnet (humor).

Em comum, a ideia de que chegou a hora de sairmos da caixinha e, se possível destruí-la. Repare na observação de Adnet: “Temos a oportunidade de tirar a sociedade contemporânea da tomada e esvaziar os espaços, renovar o ar, revisar as gavetas, os projetos, o sentido da vida — colocar as coisas em seu devido lugar.” Se for para melhor, vamos nessa!

© 2020 CDL Serra • Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por